sábado, 28 de junho de 2014

FOGO

Não adianta querer jogar
De você conheço bem
Brinca e acha que ilude
No fundo age com desdém
Me faço bailarina
E entro na dança
Rebolo e jogo como quer
Você dança quadrilha
Pula a fogueira
Come o "pé-da-moleca"
Se embriaga com quentão
Cuidado que nesse jogo
Um sai queimado
E o outro sem chão.

PENSAR

É tão difícil não pensar em você
Tão difícil quanto não te amar.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

DIZER-TE

Posso escrever pra você?
Queria poder te enviar
Cada letra, verso e rima
Que me faz por no papel
Queria te dizer cada música
Que penso ao lembrar você
O gosto da fruta madura
Que sinto ao beijar sua boca
O aroma que me inebria
A paz que me invade
Ao tocar sua pele
Posso escrever pra você?
E te dizer tudo o que eu quero dizer?